• Equipe AFIT Comunica

Veja como melhorar sua imunidade

Updated: 4 days ago


Em meio à pandemia do novo coronavírus, muitas pessoas estão preocupadas em reforçar sua imunidade. Não existe nenhum medicamento ou alimento específico que seja capaz de prevenir a COVID-19, mas manter a imunidade alta ajuda o seu organismo a reagir caso seja “atacado”.


Separamos alguns alimentos e hábitos que não podem ficar de fora do seu dia a dia para reforçar a sua saúde.


Gema de ovo, leite, iogurte e queijos: são ricos em vitamina D, que além de ser essencial para a saúde óssea, ativa as células que combatem infecções. A versão natural do iogurte, feita apenas de leite e fermento lácteo, também é fonte de micro-organismos que contribuem para o equilíbrio da microbiota intestinal, auxiliando o sistema imunológico na luta contra infecções e bactérias ruins.


Laranja, abóbora, mamão, tangerina, limão e goiaba: são fontes de vitamina C, um potente antioxidante que ajuda a diminuir o dano celular e a fortalecer o sistema imunológico. É importante que a fruta seja consumida imediatamente após aberta, para não reduzir muito seu valor nutricional.


Carnes em geral, feijão e vegetais verde escuros: são fontes de ferro, nutriente que atua principalmente na fabricação das células vermelhas do sangue e no transporte do oxigênio para todo o corpo. Os vegetais também são ricos em fibras, contribuindo para o funcionamento do intestino e manutenção da microbiota intestinal.


Mel e gengibre: juntos, podem prevenir infecções nas vias aéreas superiores. Apenas preste atenção para não exagerar na quantidade de mel, devido ao alto teor de carboidratos!


Castanha-do-Pará: rica em selênio e vitamina E, que são antioxidantes poderosos no combate aos radicais livres e ao danos celulares. Aqui também vale o alerta sobre as quantidades: por ser muito calórica, a indicação é que se coma no máximo duas castanhas por dia. Além disso, o excesso de selênio pode provocar intoxicação.


Água: nada disso adianta se não estivermos bem hidratados! A água é essencial para que todas as reações bioquímicas ocorram perfeitamente nas células, em especial quando ficamos doentes.


Evite!


Excesso de exercício: praticar atividades físicas regularmente ajuda a manter a imunidade alta, desde que não leve o corpo à exaustão. Quando o exercício é prolongado (acima de uma hora) ou não há descanso suficiente entre um treino e outro, o estresse no organismo é tão grande que há uma queda no sistema imune. Respeite o período de descanso entre os treinos, mantenha uma alimentação saudável e hidrate-se bem!


Dormir mal: dormir poucas horas frequentemente ou distúrbios como ronco e apneia do sono também geram um grande estresse no organismo. Após um tempo, isso tende a aumentar o nível de citocinas no organismo e causar um prejuízo nas células de defesa.


Consumo excessivo de alimentos processados: as refeições prontas são ricas em gordura saturada, sal, açúcar e aditivos químicos. Além de contribuírem para o ganho de peso, esses ingredientes elevam os riscos de problemas de saúde e podem afetar a imunidade.


Cigarro: os componentes do cigarro liberam substâncias inflamatórias que afetam a capacidade do sistema imune de combater germes que entram pelo seu nariz. Além disso, o tabagismo altera a função mucociliar, que “varre” germes e sujeiras que entram no corpo por meio da respiração. Isso altera a capacidade do organismo de eliminar agentes infecciosos e facilita o aparecimento de doenças.


Central de Atendimento:

        +55 11 4200-0363 | www.licacinelli.com.br
Rebouças | Av. Rebouças, nº 3.753 | 11 3034-3320

Alphaville | Av. Cauaxi, nº 293 - cj.: 1904 | 11 4382-1339

Itaim Bibi | R. Pais de Araújo, nº 29 - cj.: 134 | 11 3078-8574

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
whats_01.png
111.png