• Equipe AFIT Comunica

Conheça os benefícios do laser íntimo

Seis em cada dez mulheres na menopausa sofrem com a atrofia genital. O problema é causado pela queda abrupta do nível do hormônio estrogênio, que faz com que o tecido vaginal fique mais fino, seco e menos elástico. As consequências são muitas: falta de lubrificação e dor no ato sexual, desconforto para urinar e corrimento.


A boa notícia é que há tratamento. Os cremes tópicos hormonais são uma alternativa, mas costumam não ser indicados para quem tem histórico de câncer de mama ou trombose, por exemplo. Uma alternativa é o laser íntimo. A tecnologia ajuda a vascularizar a mucosa genital e a reestruturar as fibras do colágeno, proteína que sustenta as células da pele.


O laser íntimo também proporciona a melhora da lubrificação da vagina e a diminuição de sintomas como corrimentos, ardor e até de odores desagradáveis, já que contribui para restabelecer a flora local.


O tratamento normalmente é dividido em três sessões, com intervalo de um mês entre cada uma delas. Uma sonda vaginal semelhante à usada e exames de ultrassom é introduzida, e emite pulsos de laser. O procedimento dura cerca de 20 minutos e não dói, embora o calor liberado pelo laser possa ser ligeiramente desconfortável para algumas pacientes.


O efeito é semelhante ao dos cremes genitais, porém mais duradouro: os resultados podem ser sentidos por até um ano após o tratamento. Não existem contraindicações para o uso do laser íntimo, que também é bastante procurado por mulheres no pós-parto.

15 views0 comments

Recent Posts

See All